A mulher, a gestante, o feto, o bebê, a criança e os 1000 dias!

Por Melissa Ramos Morais, Nutróloga e Pediatra da Casa Curumim

Mas o que significa os mil dias?

A conta é a seguinte: 270 dias de gestação (desde a fecundação) + 365 dias do primeiro ano de vida e 365 dias do segundo ano de vida. Esse é um período bem significante e crítico para o futuro de uma criança pois trata-se de uma janela de oportunidade, em que o ambiente como um todo (família, condições socioeconômicas, estresse) e em especial a nutrição serão fatores determinantes do neuro-desenvolvimento (cognitivo, aprendizagem, sucesso profissional) e da possibilidade ou não da criança desenvolver doenças crônicas (obesidade, diabetes, hipertensão).

Mas esse cuidado começa antes!

Antes da gravidez, a mulher que começa a cuidar de si com alimentação adequada, identificando e atenuando fatores estressantes, alimentando-se adequadamente, evitando fumo, bebidas alcoólicas e drogas ilícitas com certeza iniciará uma gravidez com uma melhor janela de oportunidade.

No pré-natal, o acompanhamento regular com o obstetra, o cuidado com a manutenção da atividade física, boa saúde mental e alimentação ajuda no controle de ganho de peso, na diminuição dos riscos de comorbidades (diabetes gestacional, doença hipertensiva específica da gravidez) e esse cuidado deve ser feito em consultas de rotina.

A orientação alimentar estruturada por um nutrólogo e ou nutricionista com identificação de riscos (excesso ou inadequado ganho de peso, por exemplo) ou necessidade de suplementação de nutrientes chaves (proteína, ferro, zinco, vitamina B12, iodo entre outros) garantirá uma melhor oportunidade de corrigir qualquer desvio nutricional pelo qual a gestante possa estar passando.

O atendimento do pediatra para que seja garantido todo o suporte necessário a essa gravidez.

Orientação sobre aleitamento materno e sua importância para o binômio mãe e filho, cuidado emocional dessa puérpera. A importância do pai nesse momento.

Uma rede de apoio organizada para que ao nascimento essa mãe e esse bebê sejam bem cuidados, garantindo tranquilidade a essa nutriz serão fundamentais para o sucesso da amamentação.

A introdução alimentar de acordo com o desenvolvimento do bebê e a suplementação, quando necessária, no período de transição alimentar e o continuo cuidado com essa fase crítica de início da alimentação (risco de diminuição da calorias e nutrientes, de contaminação alimentar, alergias).

No primeiro e segundo anos de vida o cuidado com as fases da criança especialmente nas dificuldades alimentares: seletividades, necessidades de distrações (celulares, tablets, TV) para se alimentar, padrão alimentar da família, “meu filho não come” entre outros, e sua adequada condução, garantirá que os nutrientes chaves continuem sendo ofertados de acordo com suas necessidades.

Os mil dias compreendem uma longa e criteriosa jornada com a construção dos alicerces que farão sua sustentação para o futuro: a vida adulta.

 

 

Casa Curumim - R. Pereira Leite, 513 – Sumarezinho, São Paulo – SP, 05442-000
Tel: (11) 3803-9459 – (11) 3868-2035 – (11) 3862-9926 – (11) 98133-9360 (WhatsApp)

Copyright 2018 - Casa Curumim - Website criado com carinho por Spiner Marketing Digital